SISTEMA INTEGRADO DE SANEAMENTO RURAL - SISAR

SDG Action Network

Our SDG Action on September 25th

Conhecendo o Associativismo - Fortalecimento da Gestão Comunitária de Água

Brazil Forquilha, Ceará, Brasil
Number of people taking this action: 20-50
Oficina com jovens sobre Associativismo para fortalecimento da gestão comunitária de água, com foco no desenvolvimento sustentável, pela concientização para preservação da água e meio ambiente.
SDGs
6 Clean Water & Sanitation
Organising Partners
SISAR e Associação Comunitária

Conhecendo o Associativismo - Fortalecimento da Gestão Comunitária de Água

Brazil Forquilha, Ceará, Brasil
Number of people taking this action: 20-50
Oficina com jovens sobre Associativismo para fortalecimento da gestão comunitária de água, com foco no desenvolvimento sustentável, pela concientização para preservação da água e meio ambiente.
SDGs
6 Clean Water & Sanitation
Organising Partners
SISAR e Associação Comunitária

About SISTEMA INTEGRADO DE SANEAMENTO RURAL - SISAR

Nos anos de 1991 a 1995 o governo do Estado do Ceará resolveu levar às comunidades rurais da zona norte, água tratada e coleta de esgoto com o programa de saneamento básico rural Ceará I, tendo a Companhia de Água e Esgoto do Ceará - CAGECE como órgão executor e o KREDITANSTALT fur WIEDERAUFBAU - KfW Banco Estatal Alemão, como órgão financiador, contemplou 42 comunidades rurais, distribuídas em 20 municípios do Estado. Essas comunidades participaram de todo processo, do planejamento, execução e acompanhamento dos sistemas implantados pelo programa Ceará I e assumiram a responsabilidade pela operação dos serviços de saneamento, com o apoio da municipalidade e do Estado.

Entretanto, mesmo tendo sido sensibilizadas, através de discussões e reuniões para assumirem a responsabilidade da operação dos sistemas de abastecimento de água e, mesmo estando os usuários organizados em associações comunitárias, não foi o suficiente para garantir o sucesso do autogerenciamento dos sistemas implantados, uma vez que as mesmas encontravam-se desvinculadas e desarticuladas entre si e, portanto, frágeis e sem condições de auto gerir um projeto tão abrangente.

A concessionária estadual de saneamento observou que esses sistemas seriam inviáveis financeiramente já que possuíam uma baixa arrecadação e um alto custo para manutenção, devido a fatores como: distância da sede do município, dificuldade de acesso e mão de obra para a operação, dentre outros. Com isso, várias localidades beneficiadas tiveram seus sistemas sucateados e retornaram ao governo buscando recursos para o mesmo objetivo. Tal fato gerou ônus para o governo, impedindo que o impacto de saneamento não fosse tão elevado. Diante disto, surgiu a necessidade de criação de um modelo de gestão que garantisse a manutenção dos sistemas implantados nas comunidades de forma autogerida e auto-sustentável. Nasce, então, em 27 de janeiro de 1996, o SISAR - Sistema Integrado de Saneamento Rural, com o apoio da CAGECE, o Banco KfW, das prefeituras e comunidades.

O papel do programa Ceará I foi planejar e construir os sistemas de abastecimento de água e coleta de esgoto, o papel do SISAR constitui-se na administração, manutenção preventiva e corretiva dos mesmos, de forma conjunta e participativa, para garantir a continuidade dos sistemas implantados, pautado na filosofia do associativismo. A idéia básica que norteou a concepção dos SISAR’s apoiou-se na premissa de que os próprios usuários são os principais interessados no sucesso do projeto.

Essa inovação surgiu da necessidade de garantir o gerenciamento, o desenvolvimento associativo, a operação e o prolongamento da vida útil dos sistemas, uma vez que, em experiências anteriores com implantação de sistemas isolados, foi constatado que por falta de um modelo de gestão eficaz e que fosse auto-sustentável, havia o sucateamento prematuro do benefício adquirido.

A CAGECE, acreditando no sucesso deste modelo de gestão e com o aumento da demanda de sistemas de abastecimento de água no meio rural através do Projeto São José, investiu na replicação do modelo de gestão SISAR, em todo o Estado. Atualmente, contamos com oito SISAR’s, localizados estrategicamente em oito diferentes bacias hidrográficas, juridicamente independentes, porém trabalhando dentro da mesma linha de atuação. Hoje os SISAR’s recebem sistemas além do Projeto São José e KfW I, sistemas de origem do Projeto Alvorada/CAGECE, Programa KfW II, FUNASA, etc.

Countries We Work in
Brazil
Languages We Work in
Portuguese
SDGs We Tackle
6 Clean Water & Sanitation
TYPE
pvtsector